DILETA - 1986


REGISTRO DA OBRA 167GHM1986

Título: “Tempos que não voltam”
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 36 x 30 cm                                        

Exposição coletiva de pinturas com Rômulo Cardozo e Luis Natal realizada no período de 15/08 a 30/08/1986 na Galeria Homero Massena com público total de 525 visitantes.

Sobre o artista – Dileta
José Paulo Barbosa (Ibiraçu, ES – 21/03/1956)
É pintor primitivista e trabalha principalmente com óleo sobre tela.  Sua temática inclui a natureza e o folclore local: festas de congo, festas juninas e procissões religiosas.
Representou o Espírito Santo na Eco 92. Realizou exposições na Galeria Homero Massena, Espaço Cultural Vale do Rio Doce, Espaço Cultural Planalto (Brasília), Espaço Banco do Brasil (Ibiraçu e Aracruz) e Palácio das Artes (Belo Horizonte).

Para saber mais



ROSILENE LUDOVICO - 1994


REGISTRO DA OBRA 210GHM1994

Título: (Políptico de 6 peças, sendo que apenas uma contém titulo: “medicamentos” posicionada na segunda fileira horizontal, primeira vertical)
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 61,3 x 43,3 cm                                         

Exposição Individual “Pinturas”, realizada no período de 02/12/1994 a 06/01/1995 na Galeria Homero Massena com público total de 853 visitantes.

Sobre a artista – Rosilene Ludovico
Rosilene Ludovico (Região Serrana do ES, 1969).
Artista visual, vive e trabalha em Dusseldorf, na Alemanha.
De 1988 a 1995, estudou artes plásticas na Universidade Federal do Espírito Santo. Em 1995 mudou-se para a Alemanha e freqüentou a Academia de Arte de Dusseldorf. Em sua trajetória artística realizou exposições individuais e participou de coletivas no Brasil, na Alemanha, na Áustria, Israel, Nova Iorque e Londres..

Para saber mais


LUIZ FRAGA - 1981


REGISTRO DA OBRA 099TCG1981

Título: Sem Título (representa Mauricio de Oliveira)
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 59,4 x 49,5 cm    

Exposição individual de pinturas realizada no período de 03 a 17/11/1981 no Theatro Carlos Gomes com público total de 76 visitantes.

Sobre o artista – Luiz Fraga
Expôs paisagens, retratos, vistas e marinhas na Associação Espírito-Santense de Imprensa (AEI) em 1946. Deste ano até 1956, Luiz Fraga foi exaltado pela imprensa, que destacava uma tendência espiritual ou subjetiva que o artista imprimia até mesmo às pinturas de temática histórica, fugindo de uma mera ilustração. Em 1964, o artista voltou a expor na AEI, mas foi mencionado sem grande entusiasmo pela imprensa.

Para saber mais
LOPES, Almerinda Silva. Artes Plásticas no Espírito Santo (1940-1969): produção, instituições, ensino e crítica – Vitória: EDUFES, 2012. p.366-368.

Luiz Fraga, A Tribuna, 05 maio 1951, p. 8.

LUIZ FRAGA - 1981


REGISTRO DA OBRA 100TCG1981

Título: Sem Título
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 61,5 x 80 cm    

Exposição individual de pinturas realizada no período de 03 a 17/11/1981 no Theatro Carlos Gomes com público total de 76 visitantes.

Sobre o artista – Luiz Fraga
Expôs paisagens, retratos, vistas e marinhas na Associação Espírito-Santense de Imprensa (AEI) em 1946. Deste ano até 1956, Luiz Fraga foi exaltado pela imprensa, que destacava uma tendência espiritual ou subjetiva que o artista imprimia até mesmo às pinturas de temática histórica, fugindo de uma mera ilustração. Em 1964, o artista voltou a expor na AEI, mas foi mencionado sem grande entusiasmo pela imprensa.

Para saber mais
LOPES, Almerinda Silva. Artes Plásticas no Espírito Santo (1940-1969): produção, instituições, ensino e crítica – Vitória: EDUFES, 2012. p.366-368.

Luiz Fraga, A Tribuna, 05 maio 1951, p. 8.

ZUPO - 1981


REGISTRO DA OBRA 95GHM1981

Título: Sem Título
Técnica: Acrílica sobre tela
Medidas da obra: 33,1 x 46,2 cm                                          Medidas do suporte: 35,6 x 49,1 cm

Exposição Coletiva de pinturas e desenhos, realizada no período de 17 a 30/09/1981 na Galeria Homero Massena com público total de 582 visitantes.

Sobre o artista – Zupo
Rodolfo Teixeira Zupo. (Belo Horizonte, MG, 21/02/1955).
Escultor, Pintor, Cenógrafo, Artista plástico e Desenhista. Formado no curso de Belas Artes na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 1977, também freqüentou o curso de Artes na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) em 1980, sem chegar a concluí-lo. Participou de muitas exposições individuais e coletivas e foi contemplado com vários prêmios.

Para saber mais



JOSÉ GOMES - 2001


REGISTRO DA OBRA 268GHM2001

Título: “Série Arquivos III”
Técnica: Gesso e areia sobre Eucatex
Medidas da obra: 60,2 x 94,9 cm                                         

Exposição individual “Arquivos” realizada no período de 25/04 a 26/05/2001 na Galeria Homero Massena com público total de 592 visitantes.

Sobre o artista – José Gomes
José Carlos Gomes Júnior (Cariacica, ES – 1968).
Artista plástico e professor. Participou de festivais de Verão em Nova Almeida, na década de 90. Realizou diversas exposições individuais e participou de exposições coletivas no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa. Fez parte do grupo Varal de Gravura, entre 1993 e 2000. Depois disso, mudou-se para a Alemanha onde reside e trabalha com arte.

Para saber mais


ELPÍDIO MALAQUIAS - 1980


REGISTRO DA OBRA 54GHM1980

Título: Meu cancão – isto é úm-paraiso
Técnica: Esmalte sobre tela
Medidas da obra: 61,6 x 69 cm                                       

Exposição individual realizada no período de 12 a 25/02/1980 na Galeria Homero Massena com público total de 245 visitantes.

Sobre o artista – Elpídio Malaquias
Elpídio Malaquias da Silva (Cariacica, ES - 2/8/1919 – 08/1999).
Pintor autodidata, se auto intitulava “o enventor da arte” ou “o rei do pavãozinho”, como gostava de ser reconhecido. Desenhava e pintava aves e outros bichos, santos e flores. No período de 1977 a 83 realizou exposições individuais na Galeria Homero Massena e Galeria de Arte e Pesquisa da UFES. Participou de várias coletivas, destacando-se a exposição itinerante da Galeria Homero Massena, que percorreu várias cidades do Espírito Santo.

Para saber mais


ELPÍDIO MALAQUIAS - 1994


REGISTRO DA OBRA 207GHM1994

Título: O Arassari do Amazonas
Técnica: Esmalte sintético sobre eucatex
Medidas da obra: 67,4 x 60,7 cm                                          Medidas do suporte: 74,1 x 67,2 cm

Exposição coletiva de pinturas, realizada no período de 28/03 a 22/04/1994 na Galeria Homero Massena com público total de 641 visitantes.

Sobre o artista – Elpídio Malaquias
Elpídio Malaquias da Silva (Cariacica, ES - 2/8/1919 – 08/1999).
Pintor autodidata, se auto intitulava “o enventor da arte” ou “o rei do pavãozinho”, como gostava de ser reconhecido. Desenhava e pintava aves e outros bichos, santos e flores. No período de 1977 a 83 realizou exposições individuais na Galeria Homero Massena e Galeria de Arte e Pesquisa da UFES. Participou de várias coletivas, destacando-se a exposição itinerante da Galeria Homero Massena, que percorreu várias cidades do Espírito Santo.

Para saber mais
GATTI, Bettina. Reinado Poético de Malaquias o “enventor”. Vitória: Sodré, 2009. 246 p.

FRANCISCO SCHWARZ - 1986


REGISTRO DA OBRA 131GHM1986

Título: Sem Titulo
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 26 x 39,9 cm                                      

Exposição coletiva de pinturas realizada no período de 01/04 a 14/04/1986 na Galeria Homero Massena com público total de 691 visitantes.

Sobre o artista – Francisco Schwarz
Francisco Schwarz. (Santa Leopoldina, ES, 25/02/1916 - 19/01/1995).
Técnico-Agrícola formado pela Escola Superior de Agricultura e Veterinária de Viçosa-MG, em 1935, desempenhou grandes serviços nessa área, como por exemplo, encarregado da Estação de Fruticultura de Santa Maria de Jetibá (ex distrito de Santa Leopoldina) no período de 1948 a 1950. Exerceu mandato de deputado Estadual por várias legislaturas. Em 1985 tomou posse no Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo. Artista plástico autodidata, participou de várias exposições coletivas e realizou algumas individuais.

Para saber mais

FRANCISCO SCHWARZ - 1984


REGISTRO DA OBRA 142GHM1984

Título: Sem Titulo
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 25,9 x 39 cm                                          Medidas do suporte: 42 x 56,4 cm

Exposição individual de pinturas realizada no período de 03/10 a 15/10/1984 na Galeria Homero Massena com público total de 587 visitantes.

Sobre o artista – Francisco Schwarz
Francisco Schwarz. (Santa Leopoldina, ES, 25/02/1916 - 19/01/1995).
Técnico-Agrícola formado pela Escola Superior de Agricultura e Veterinária de Viçosa-MG, em 1935, desempenhou grandes serviços nessa área, como por exemplo, encarregado da Estação de Fruticultura de Santa Maria de Jetibá (ex distrito de Santa Leopoldina) no período de 1948 a 1950. Exerceu mandato de deputado Estadual por várias legislaturas. Em 1985 tomou posse no Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo. Artista plástico autodidata, participou de várias exposições coletivas e realizou algumas individuais.

Para saber mais



FRANCISCO SCHWARZ - 1986


REGISTRO DA OBRA 130GHM1986

Título: Sem Titulo
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 26 x 39,9 cm                                      

Exposição coletiva de pinturas realizada no período de 01/04 a 14/04/1986 na Galeria Homero Massena com público total de 691 visitantes.

Sobre o artista – Francisco Schwarz
Francisco Schwarz. (Santa Leopoldina, ES, 25/02/1916 - 19/01/1995).
Técnico-Agrícola formado pela Escola Superior de Agricultura e Veterinária de Viçosa-MG, em 1935, desempenhou grandes serviços nessa área, como por exemplo, encarregado da Estação de Fruticultura de Santa Maria de Jetibá (ex distrito de Santa Leopoldina) no período de 1948 a 1950. Exerceu mandato de deputado Estadual por várias legislaturas. Em 1985 tomou posse no Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo. Artista plástico autodidata, participou de várias exposições coletivas e realizou algumas individuais.

Para saber mais

FRANCISCO SCHWARZ - 1983


REGISTRO DA OBRA 129GHM1983

Título: Sem Titulo
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 30 x 39,7 cm                                         

Exposição individual de pinturas realizada no período de 22/09 a 08/10/1983 na Galeria Homero Massena com público total de 632 visitantes.

Sobre o artista – Francisco Schwarz
Francisco Schwarz. (Santa Leopoldina, ES, 25/02/1916 - 19/01/1995).
Técnico-Agrícola formado pela Escola Superior de Agricultura e Veterinária de Viçosa-MG, em 1935, desempenhou grandes serviços nessa área, como por exemplo, encarregado da Estação de Fruticultura de Santa Maria de Jetibá (ex distrito de Santa Leopoldina) no período de 1948 a 1950. Exerceu mandato de deputado Estadual por várias legislaturas. Em 1985 tomou posse no Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo. Artista plástico autodidata participou de várias exposições coletivas e realizou algumas individuais.

Para saber mais


KLARA - 1986


REGISTRO DA OBRA 152GHM1986

Título: Paisagem de Ouro Preto
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 59,5 x 39,5 cm                                          Medidas do suporte: 66,1 x 42,5 cm

Exposição coletiva com Suely Maia de pinturas realizada no período de 02 a 14/06/1986 na Galeria Homero Massena com público total de 471 visitantes.

Sobre a artista – Klara
Clara Rodrigues Dias (Jequeri, MG). 
Artista dedicada a pintura. Ao se mudar do interior de Minas Gerais para Belo Horizonte frequentou o ateliê de Gilson Vicente e atuou como voluntária da LBA, desenvolvendo trabalhos manuais junto a idosos no asilo Cidade Ozanan. Levou suas pinturas para a Feira de Artesanato da Praça da Liberdade em Belo Horizonte, trabalhando com temas de suas vivências pelo interior de Minas Gerais: igrejas, casarios, flores e alcançou grande aceitação do público. 

ELIANA FRAGOSO - 1986




REGISTRO DA OBRA 157GHM1986

Título: Bela Vista (MG)
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 32 x 45,5 cm                                          Medidas do suporte: 35,7 x 52,3 cm

Exposição coletiva de pinturas com Antônio Fragoso realizada no período de 16 a 30/06/1986 na Galeria Homero Massena com público total de 519 visitantes.

Sobre a artista – Eliana Fragoso
Maria Eliana Fragoso, artista plástica, natural de São Domingos do Prata, MG.
Trabalha a técnica do óleo sobre tela e usa frequentemente os tons terrosos.
Formada pela UCMG em História e Geografia. Cursou desenho publicitário pelo INAP. Estudou desenho e pintura com o professor Antônio Fragoso. Participou de várias exposições e salões de arte. Ministra cursos em seu atelier.

  
Para saber mais



MAURÍCIO SALGUEIRO


REGISTRO DA OBRA 208GHM1994

Título: Sem Título (da Série Hemorragia)
Técnica: Escultura composta por madeira, esmalte fosco e resina colorida
Medidas da "caixa": 76 x 48,5 cm                                   Medidas da “poça”: 26,6 x 31,5 x 8,5 cm

Exposição individual de esculturas “Resinas e Conceituais” realizada no período de 09/01 a 26/01/1975 no Theatro Carlos Gomes.

Sobre o artista – Maurício Salgueiro
Maurício Salgueiro Felisberto de Sousa (Vitória, ES, 1930).
Escultor e professor. Muda-se ainda jovem, com a família, para o Rio de Janeiro. Em 1949, ingressa na Escola Nacional de Belas Artes - Enba, onde inicia estudos universitários e, mais tarde, os de pós-graduação. Estuda na Académie du Fue, em Paris, e na Bromlay Art School, em Londres, especializando-se em metais. É um dos precursores da arte cinética no Brasil pela utilização da luz, som, movimento, e pela execução de múltiplos a partir da década de 60. Lecionou  no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro - MAM/RJ; no Instituto de Arte e Comunicação Social da Universidade Federal Fluminense; na Pontifícia Universidade Católica - PUC e na Universidade Santa Úrsula. Executou os troféus Coruja de Ouro, em 1969, e Humberto Mauro, em 1971, para o Instituto Nacional de Cinema, e o troféu Copa Brasil, em 1975, para o Campeonato Brasileiro de Futebol.

Para saber mais



CELINA RODRIGUES - 1986


REGISTRO DA OBRA 151GHM1986

Título: Sem Título
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 23 x 18,5 cm                                    Medidas do suporte: 37,5 x 33 cm                                          

Exposição coletiva de pinturas com Ângela Gomes realizada no período de 17 a 31/03/1986 na Galeria Homero Massena com público total de 364 visitantes.

Sobre a artista – Celina Rodrigues
Patrícia Celina Duarte Rodrigues. (São João de Petrópolis, ES – 02/1918 - 1999). Iniciou os estudos de pintura, como aluna da Irmã Teresa Novaes, no Colégio do Carmo, em 1938. Em 1940, já casada, transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde aprofundou o aprendizado artístico com o acadêmico Heráclito Ribeiro dos Santos (1942– 43) e com Rubem Fortes Bustamante Sá (1944 – 45). Em 1944, Celina Rodrigues participou do Salão Nacional de Belas Artes e recebeu "Menção Honrosa", na categoria Desenho. Voltou a participar em 1947, recebendo novamente a mesma "Menção", com a obra Vale do Canaã. Em 1948, com as obras "Recanto da Gávea" e "Fundo de Quintal", obteve mais uma vez a premiação, voltando a recebê-la em 1950. Em sua pintura predominam as paisagens de sua terra: vistas do Monte Aghá (Piúma), Cachoeira de Matilde (Alfredo Chaves), da Pedra Azul (Domingos Martins), do Vale do Canaã (Santa Teresa), do Convento da Penha (Vila Velha), Itaúnas, Praia do Canto (Vitória).

Para saber mais



REGINA CHULAM - 1984


REGISTRO DA OBRA 138GHM1984

Título: Menina com violão
Técnica: Látex sobre tela
Medidas da obra: 100 x 70,5 cm                                         

Exposição individual de pinturas realizada no período de 04 a 28/07/1984 na Galeria Homero Massena com público total de 891 visitantes.

Sobre o artista – Regina Chulam
Regina Chulam (Vitória, ES, 1950).
Pintora. Formada em História na Universidade Federal do Espírito Santo, migrou para as artes plásticas, freqüentando a The Heatherley School of Fine Art, Londres em 1975. Licenciou-se em pintura pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa (ESBAL) em 1981. Participou de exposições coletivas e individuais em Portugal e no Brasil: II Bienal de Desenho, Porto; Sociedade Nacional de Belas Artes, Salão de Colagens e Objectos, Lisboa; Fundação Calouste Gulbenkian, III Salão da Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa; Biblioteca Calouste Gulbenkian, Ponte de Sôr; entre outras. Está representada em coleções privadas e institucionais na Europa e no Brasil.

Para saber mais


CELINA RODRIGUES - 1982


REGISTRO DA OBRA 118TCG1982

Título: Casa da Fazenda
Técnica: Óleo sobre tela colada em eucatex
Medidas da obra: 23 x 18,5 cm                                          Medidas do suporte: 39,5 x 34,5 cm

Exposição individual de pinturas realizada no período de 01 a 15/09/1982 no Theatro Carlos Gomes com público total de 292 visitantes.

Sobre a artista – Celina Rodrigues
Patrícia Celina Duarte Rodrigues. (São João de Petrópolis, ES – 02/1918 - 1999). 
Iniciou os estudos de pintura como aluna da Irmã Teresa Novaes, no Colégio do Carmo, em 1938. Em 1940, já casada, transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde aprofundou o aprendizado artístico com Heráclito Ribeiro dos Santos e Rubem Fortes Bustamante Sá. 
Em 1944, Celina Rodrigues participou do Salão Nacional de Belas Artes e recebeu Menção Honrosa na categoria Desenho. Voltou a participar em 1947, recebendo novamente a mesma menção, com a obra Vale do Canaã. Em 1948, com as obras Recanto da Gávea Fundo de Quintal, obteve mais uma vez a premiação, voltando a recebê-la em 1950. 
Em sua pintura predominam paisagens de sua terra: vistas do Monte Aghá (Piúma), Cachoeira de Matilde (Alfredo Chaves), da Pedra Azul (Domingos Martins), do Vale do Canaã (Santa Teresa), do Convento da Penha (Vila Velha), Itaúnas, Praia do Canto (Vitória).

Para saber mais


FAUSTO AGUIAR - 1982


REGISTRO DA OBRA 114TCG1982

Título: Milho verde em cesto de palha
Técnica: Óleo sobre tela
Medidas da obra: 35 x 27 cm                                          Medidas do suporte: 44 x 36 cm

Exposição individual de colagens e óleo sobre tela realizada no período de 28/07 a 12/08/1982 no Theatro Carlos Gomes com público total de 524 visitantes.

Sobre o artista – Fausto Aguiar
Fausto Aguiar (Divinópolis, MG, 1953).
Formado em publicidade, morou na capital mineira e na cidade do Rio de Janeiro, antes de se mudar para Vitória. Trabalhou por muitos anos para empresas de propaganda e participou de várias exposições. Foi premiado no I Salão da Arte da Câmara Municipal de Vitória.
Identificado pela crítica da época como artista plástico de tendência cubista, não se conformou com o rótulo e buscou renovar e reinventar o seu estilo.

Para saber mais
Material do Arquivo Público Estadual: A Gazeta – Vitória (ES), Quarta-feira, 28 de julho de 1982 – Reportagem de Carlos Chenier; A Tribuna – Vitória, ES, quarta-feira, 28 de julho de 1982 – Reportagem de Glória Cristina